• ENTRAR
  • Nenhum produto no carrinho.

Oferta!

Dimensionamento de Sobrado Completo – Método Manual

R$ 538,00 R$ 397,00

Ou em até 1x de R$ 397,00
Sem Juros - PagSeguro

Parcelamento PagSeguro

1x de R$ 397,00 *sem juros3x de R$ 140,33 com juros5x de R$ 86,67 com juros7x de R$ 63,69 com juros9x de R$ 50,97 com juros11x de R$ 42,88 com juros
2x de R$ 207,45 com juros4x de R$ 106,79 com juros6x de R$ 73,26 com juros8x de R$ 56,53 com juros10x de R$ 46,52 com juros12x de R$ 39,86 com juros

Em até 12x de R$ 39,86

Categoria: Tag:

Descrição

Sumário
1- Considerações iniciais

2- Sequência de elaboração e procedimentos de cálculos
2.1- Critérios de projeto:
2.2- Concepção estrutural
2.3- Dimensionamento das lajes
2.4- Dimensionamento das vigas
2.5- Dimensionamento de Pilares
2.6- Dimensionamento de escadas

3- Elementos estruturais
3.1- Elementos lineares
3.2- Elementos bidimensionais:
3.2.1- Placas
3.2.2- Chapas
3 2.3- Cascas (abóbodas ou cúpulas)
3.2.4- Abóboda
3.2.5- Cúpula:
3.3- Elementos tridimensionais

4- Principais elementos estruturais em uma edificação em concreto armado
4.1- Lajes
4.2- Tipos
4.3- Processo de produção
4 3.1- Lajes maciças
4.3.2- Lajes nervuradas
4 3.3- Lajes cogumelo
4.3.4- Lajes pré-fabricadas
4.3.5- Painéis alveolares

5- Vigas

6- Pilares

7- Escadas

8- Conceitos de projeto das estruturas de concreto
8.1- Requisitos gerais de qualidade
8.2- Requisitos de qualidade do projeto
8.3- Condições impostas ao projeto
8.4- Diretrizes para durabilidade das estruturas de concreto
8.5- Deterioração do concreto
8.6- Deterioração da armadura

9- Critérios de projeto
9.1- Classe de agressividade
9.2- Qualidade do concreto
9.3- Cobrimento

10- Ações nas estruturas de concreto armado
10.1- Ações Permanentes Diretas
10.2- Ações Permanentes Indiretas
10.3- Ações variáveis diretas
10.4- Ações variáveis indiretas
10.5- Ações excepcionais
10.6- Coeficiente de ponderação

11- O projeto
11.1- Como fazer a distribuição dos elementos estruturais em nossa edificação
11.1.1- Pilares
11.1.2- Vigas
11.1.3- Lajes
11.2- Numeração dos elementos

12- Pré-dimensionamento das lajes nervuradas pré-fabricadas

13- Carga nas lajes
13.1 – Carga padrão

14- Dimensionamento das lajes pré-fabricadas
14.1- Dimensionamento da laje padrão L103
14.2- Dimensionamento da laje L 105
14.3- Dimensionamento da laje L 104
14.4- Dimensionamento da laje em balanço L102

15- Flecha nas lajes pré-fabricadas
15.1- Flecha imediata
15.2- Flecha diferida no
15.3- Limites máximos admitidos
15.4- Flechas na laje 105
15.5- Contra-flecha
15.6- Cálculo das flechas da laje 104
15.7- Cálculo das flechas da laje 103 (Laje padrão)

16- Abertura de fissuras

17- Verificação do esforço cortante em laje treliçadas

18- Dimensionamento do reforço de laje
18.1- Calculo reforço de laje

19- Armaduras complementares e construtivas
19.1- Armadura de distribuição
19.2- Armadura perimetral

20- Projeto de cimbramento das lajes
20.1- Capacidade de carga dos pontaletes
20.2- Regras básicas para elaboração de escoramento
20.3- Placa de base dos pontaletes
20.3.1-Execução da placa de base
20.4- Retirada do escoramento
20.4.1-Retirada do escoramento em múltiplos pavimentos

21- – Vigas de concreto armado
21.1- Esquema estático
21.2- Definição das seções da viga (Retangular ou T)

22- Dimensionamento das armadura de flexão (positivas e negativas)
22.1- O processo e roteiro de cálculo
22.2- Dimensionamento de armaduras duplas
22.3- Armadura de flexão em várias camadas
22.3.1- Erros aceitáveis método do centroide

23- Dimensionamento ao cisalhamento
23.1- Armadura mínima (cisalhamento) segundo NBR 6118
23.2- Espaçamento longitudinal máximo

24- Ancoragem das armaduras
24.1- Cálculo do comprimento de ancoragem

25- Calculo de armadura de suspensão
25.1- Distribuição da armadura de suspensão
25.1.1 – Exemplo — Viga 104 (apoio da viga 110)

26- – Pilares de concreto armado

27- – Esforços nos pilares
27.1- Compressão Sim ples
27.2- Flexão Composta
27.3- Flambagem
27.3.1- índice de esbeltez

28- – NOÇÕES DE CONTRAVENTAMENTO DE ESTRUTURAS
28.1- Estruturas de Nós Fixos e Móveis
28.2- Estruturas de nós móveis
28.3- Elementos Isolados

29- EXCENTRICIDADES
29.1- Excentricidade de 1a Ordem
29.2- Excentricidade Acidental
29.3- Excentricidade de 2a Ordem
29.4- Excentricidade Devida à Fluência

30- Método do Pilar-Padrão com Curvatura Aproximada

31- Método do Pilar-Padrão com Rigidez k Aproximada

32- Situações básicas de projeto
32.1- Pilar Intermediário
32.2- Pilar de Extremidade
32.3- Pilar de Canto
32.4- Relação entre a dimensão mínima e o coeficiente de ponderação

33- Dimensionamento dos Pilares
33.1- Cálculo do Pilar P5
33.2- Cálculo Pilar 9 — Pilar de extremidade
33.3- Cálculo Pilar 1

34- Armadura transversal
34.1- Proteção contra flambagem

35- Detalhamento das armaduras dos pilares

36- Fundações
36. 1 Cargas nas fundação
36.1- Definição dos pontos de sondagem de solo (mapa de cargas)
36.2- Noções de Geotecnia
36.3- Procedimentos de ensaio de SPT
36.4- Definição do tipo de elemento de fundação ideal

37- Dimensionamento dos elementos de fundação
37.1- Pré-dimensionamento dos elementos de fundação
37.2- Dimensionamento da fundação do pilar
37.3- Dimensionamento pilar 9
37.4- Dimensionamento pilar
37.5- Dimensionamento de elemento de fundação de divisa

38- Detalhamento dos elementos de fundação

39- Vigas de travamento (baldrames)
39.1- Dimensionamento das vigas baldrames
39.2- Detalhamento das vigas baldrames

40- Montagem das pranchas
40.1- Pranchas de fundação
40.2- Pranchas de forma
40.3- Pranchas de vigas
40.4- Pranchas de pilares

41- Tabela de quantitativos
41.1- Quantitativos de aço
41.2- Quantitativos de concreto

42- Dicas de execução e montagem de forçar de vigas e pilares na obra

Validação de Certificado

X